CEDECA Interlagos apoia paralisação contra “Reforma” da Previdência

...
LEIA MAIS

FOTOS E VÍDEO: Confira como foi o Bloco da Lona no Carnaval 2017

...
LEIA MAIS

A cada 3 brasileiros, 2 viram mulher ser agredida no último ano

...
LEIA MAIS

#8M: Greve e marchas no Dia da Mulher

...
LEIA MAIS

Aos 18 anos, CEDECA Interlagos avalia o caminhar e enfrenta retrocessos na defesa de direitos humanos

...
LEIA MAIS

Apesar de viverem e estudarem mais, mulheres ainda ganham bem menos que homens no Brasil, diz PNUD

A taxa de gravidez na adolescência no Brasil, por exemplo, é de 67 nascimentos para cada mil mulheres entre 15 e 19 anos, enquanto a média mundial é de 44.7. Já os assentos no parlamento ocupados por mulheres colocam o Brasil num patamar bem vergonhoso. Por aqui, são apenas 10,8%, e até o país com menor IDH do mundo, a República Centro-Africana, tem mais mulheres no Congresso (12,5% das cadeiras)

Pela primeira vez em cinco anos, IDH brasileiro estaciona no ranking da ONU

Calculado desde 1990, o IDH é uma medida composta de indicadores de saúde, educação e renda, que varia entre 0 (valor mínimo) e 1 (valor máximo). Quanto mais próximo de 1, maior é o índice de desenvolvimento do país. De 1990 a 2014, o Brasil vinha apresentando um crescimento contínuo e “consistente”, de acordo com nota técnica feita pelo PNUD no País

Supremo Tribunal Federal – Curso sobre legislação

DENUNCIE

Em casos de suspeita de violência ou em situação de violação de direitos com um ou mais membros de uma família (como idosos, mulheres, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua), faça sua denúncia pelos canais:

Disque 100 Utilize este canal para denunciar violações de direitos humanos

Ligue 180 Canal exclusivo para atendimentos de casos de violência contra a mulher

Conselho Tutelar Verifique abaixo endereços e telefones da unidade mais próxima de sua região

Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS Verifique abaixo endereços e telefones da unidade mais próxima de sua região

Conselhos Tutelares: Endereços e Telefones

Capela do Socorro
Rua Cassiano dos Santos, 270/499, Jd. Clíper
Conselheiros:
Douglas Oliveira Ratts
Eliane Luz Meira Bezerra
Lairton Moreira da Silva
Luciana Alves da Silva
Paulo José de Matos
Tel.: 5660-7731
Fax: 5667-4619
Cel.: 97283-6547 / 97283-6531

Grajaú I
Rua José Quaresma Júnior, 2
Conselheiros:
Fabionis de Souza Carvalho
Flavio Eugenio Cunha da Silva
Irene Jesus Meneses
José Antonio dos Santos
Zailde Santos
Tel.: 5925-1177 / 5924-3614
Fax: 5924-3922
Cel.: 97283-6697

Grajaú II
Rua Uva Natal, 402, Vila Natal
Conselheiros:
Alex de Arruda Teodoro
Dacilia Aparecida de Oliveira Melo
João Alves Vieira
Kátia Rosana Aquino dos Santos
Maria Madalena Rodrigues Batista
Tel.: 5925-8935 / 5925-8342
Cel.: 95413-8668/ 95413-8659

Parelheiros
Rua Nazle Nauad Lutfi, 169
Conselheiros:
Genivaldo Lima dos Santos
Ivania Menezes Vidal Bucher
José Marcolino da Silva
José Severino Gomes
Valdir Donisete Alves
Tel.: 5921-2546
Fax: 5921-9925
Cel.: 97283-6598 / 97283-6691

CREAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social

CREAS CAMPO LIMPO
Rua Landolfo de Andrade, 200 – Parque Maria Helena
Tel.: 5814-7483

CREAS M’ BOI MIRIM
Rua Miguel Luis Figueira, 16 – Jd. São Luiz
Tel.: 5891-3483 / 5891-3632

CREAS CAPELA DO SOCORRO
Avenida Senador Teotonio Vilela, 2394
Tel.: 5666-8494 / 5666-8940

CREAS CIDADE ADEMAR
Rua Francisco Teles Dourado, 137
Tel.: 5541-8235

CREAS SANTO AMARO
Rua Padre José de Anchieta, 802
Tel.: 5524-1305

CRAS – Centro de Referência de Assistência Social

CRAS CAPELA DO SOCORRO
Avenida Interlagos, 5980 – Interlagos
Tel: 5666-6860/ 5667-3244

CRAS GRAJAÚ
Rua Ezequiel Lopes Cardoso, 333 – Parque Grajaú

Tel: 5976-2595/ 5924-3244

CRAS PARELHEIROS
Rua Pedro Klein do Nascimento, 100 – Parelheiros
Tel: 5920-4162

Núcleo de Proteção Jurídico Social e Apoio Psicológico

homenagem-para-os-movimentos-da-zona-sul-de-sao-paulo-0051

O Núcleo de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico (NPJ) é um serviço referenciado ao Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS da Capela do Socorro e tem como finalidade de assegurar atendimento especializado para apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos.

O trabalho do NPJ compreende atenções e orientações direcionadas para a promoção de direitos, a preservação e o fortalecimento dos vínculos familiares, comunitários e sociais, fortalecendo a função protetiva das famílias diante de um conjunto de condições que as vulnerabilizam.

O Núcleo também oferece um conjunto de procedimentos técnicos especializados por meio do atendimento social, jurídico e psicossocial, na perspectiva da interdisciplinaridade e articulação intersetorial, para o atendimento e acompanhamento das/os cidadãs/ãos, busca condições para o fortalecimento da autoestima, superação da situação de violação de direitos e reparação da violência vivida, bem como, estruturação de resiliência para lidar com as consequências advindas da situação de violência e violações de direitos.

Esse serviço está vinculado ao CREAS e mantém relação direta com a equipe técnica deste Centro de Defesa, que deverá operar a referência e a contrareferência com a rede de serviços socioassistenciais da proteção social básica e especial e com o Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselhos Tutelares, outras Organizações de Defesa de Direitos e demais políticas públicas, no intuito de estruturar uma rede efetiva de proteção social.

Instalar um serviço público como o Núcleo de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico (NPJ) surge como um desafio para o CEDECA Interlagos. Desafio este que não é diferente daqueles postos pelo contexto de desigualdade, violência brutal e violação de direitos, que atinge diretamente a atuação desta organização e de suas/seus trabalhadoras/es em seu cotidiano de trabalho.

Atuar em rede (Sistema de Garantia de Direitos – SGD) é criar vínculos com aqueles que dela fazem parte e, desde seu nascimento, o ser humano integra diferentes redes e redes de redes, através das quais são estabelecidos diferentes vínculos familiares (famílias), comunitários (comunidades) e sociais (sociedades).

A atuação em rede permite, assim, que vínculos sejam fortalecidos, pois promove uma troca de saberes e práticas, com vistas a um objetivo comum que, dificilmente, seria alcançado de forma isolada. Seja a rede de serviços e do SGD (Sistema de Garantia de Direitos), seja a rede de articulação das/os beneficiárias/os de um serviço, o CEDECA Interlagos vê no NPJ o local em que essa convergência de redes pode ocorrer de forma exitosa. Uma atuação de forma articulada garante uma minimização dos efeitos das ameaças e violação de direitos, posto que, desta maneira, o atendimento ocorre de forma mais dinâmica e eficaz.